Home Escola da vida - 1º Temporada Pílulas para a alma (4)

Pílulas para a alma (4)

2 min leitura
0
0
124

Luiz Flávio Gomes

 

Nós não somos o que somos por acaso. Somos sempre responsáveis pelo que pensamos, pelo que decidimos, pelo que fazemos, pela forma como comportamos e nos relacionamos assim como pela nossa capacidade de reagir diante de uma situação adversa. As circunstâncias nos colocam, muitas vezes, diante de situações difíceis. Hoje aprendemos a driblar todos os dissabores da vida urbana, gerada pelas selvas formadas de cimento e de aço. Nossos ancestrais, para sobreviverem, fugiam dos animais selvagens. Mas verdadeira vitória tem sua origem na superação interna que vem de dentro de cada um. Sem ela não existiria êxito externo. Todo triunfo é fruto de muitas superações, especialmente do nosso negativismo, da nossa sensação de impotência, da nossa inércia ou medo, da nossa falta de confiança. Não nascemos prontos (Cortella). Logo, necessitamos nos construir diariamente. Todas as vezes que superamos um obstáculo é preciso prestar bem atenção no seu profundo significado: “estamos sempre polindo um tosco diamante até que ele se converta num precioso brilhante” (Alonso Puig). Avante!

Veja Também

O “ser” e o “ter”

A cultura contemporânea desenfreadamente dá muito mais valor para o “ter” que para o “ser”…